quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Opções sexuais e eleições

Um assunto que está acontecendo por aqui nas eleições de São Luís e em São Paulo também e que me deixou realmente embasbacada. Agora para provar que o cara pode administrar, não basta apresentar boas propostas, ter um bom nome na política, enfim, essas baboseiras que as pessoas sempre dizem que estudam na hora de votar ( mas parece que nem sempre dá muito certo), pois bem...agora o candidato tem que mostrar e comprovar com quem anda dormindo e, de preferência, ele precisa dormir com o sexo oposto. Meu Deus, o que é isso?
Ok que o espaço público está se confundindo cada vez mais com o privado, mas estamos em 2008, acho que ninguém precisa provar nada para ninguém. Ou agora para ser aceita como boa profissional, eu tenho que dizer como anda minha vida na cama. Se pretendo casar, ter filhos e ter uma bela família convencional. Quando comecei minha vida sexual ou se eu tenho certeza que não vou mudar de time. Isso importa pra quem mesmo? Não seria só a mim e a minha cama, ainda que eu não seja amiga do rei.
Honestamente eu não vejo motivos da imprensa debater a sexualidade de quem quer que seja, mas o que me chocou foi o babado de SP. Dona Marta Suplicy, sexóloga...quem diria!
Sem comentários né!

2 sobrou pra você!:

Anônimo disse...

Que blog merda, no mínimo essa garota não tem o que fazer e fica escrevendo um monte de baboseiras sem sentido. Conselho: Vai arrumar uma lavagem de roupa.

Bruna Castelo Branco disse...

Obrigada pela sugestão, faço minhas as suas palavras...
beijomeliga