segunda-feira, 19 de novembro de 2007

saudades

Outro dia li um e-mail que escrevi tem uns três anos sobre saudades. Na época escrevi que o tal sentimento era a dor de não saber, não era só está ausente era deixar de incomodar...de fazer efeito para alguém. Enfim, o lance de deixar de existir, morrer para alguém.
É, pode ser, mas acho que fiz um bocado de drama ou, hoje em dia, estou menos radical.
Saudade para mim também se traduz em boas lembranças.
O cheiro de terra molhada, aquele perfume que você usava quando entrou na faculdade aquela música que você não parava de ouvir na época do resultado do vestibular( " Tenho que pegar, tenho que pegar essa criatura...").
Enfim, saudade não é só dor, mesmo que alguém tenha partido serão bonitas as lembranças, só se sente falta quando alguma coisa foi especial. Elas podem ir, mas sempre deixam com você alguma coisa, um conselho, um costume, algo que vai ficar contigo...talvez para sempre ou se vá na próxima esquina. A vida é feita de detalhes e alguns sempre ficam na lembrança, espero que eu esteja conseguindo deixar bons detalhes pelo caminho

2 sobrou pra você!:

Andre S. disse...

Concordo um pouco contigo, meu bem. Saudade é sempre assim, uma lembrança encarniçada na alma, quase um registro ou detalhe como você diz. Faz parte da vida, apesar de ser tão romântico e quase um poço de mel, esta nossa concordância é algo bonito. Também espero deixar algo legal pras pessoas, nem que seja uma saudade pueril.

Ceiça Simões disse...

Ahhhhhhhh Brunaaaa,tu fez eu voltar no tempo agora,com essa história de saudadeeeee...ufaaaaa...Pricipalmente na música q ouvia na época do vestibular("tenho q pegar essa criatura") rsrsrs,era essa mesma tava na trilha sonora de Laços de Familia hahahaha,lembro como se fosse hj,final de 2000...,e o perfume q eu usava na época então...Vou parar por aki q a sessão nostalgia bateu em mim...

Bjuss enormes...