sábado, 26 de abril de 2008

Vida Noturna

Talvez eu já não tenha mais o pique adolescente para ser empurrada, pisoteada e ter o cabelo destruído por fumaça de cigarros legalmente vendidos e afins. Ou então, eu seja anormal e não viva eternamente feliz, em clima de festa fashion. Não acho que eu tenha que ir a um show para encher minha cara e dizer que foi demais. Pelo contrário, vou quando gosto, quero assistir, olhar os detalhes. Enfim, ser feliz ao meu modo, sem desrespeitar as pessoas.
Acho realmente que sou diferente, tenho cólicas em dias de festa e fico extremamente irritada com mulheres em cima dos ombros de namorados, ficantes ou amantes. Pode ser o que for, mas não empate minha visão e nem passe seus cabelos nojentos no meu rosto, na tentativa de me tirar do lugar. Ah que vontade de bater!
Porra, não adianta gritar o nome do Zeca daqui, ele não vai ouvir e eu também não vou ouvir nada que ele tá cantando. Só tua voz esganiçada, desafinando e errando a letra ao meu ouvido.
Ele canta " Versos Perdidos". Eu adoro, mas enquanto curto o pedaço " Meu grande amor, de versos perdidos...." O grito continua ao meu ouvido. Não sabe a letra que tal ouvir?
Enfim, estou ficando velha!

1 sobrou pra você!:

cazeck disse...

Respeite meus cabelos brancos...hehe
odeio essa verificação de palavras do teu blog...argh