segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Um dia eu acerto


Sei lá que bicho me dá



Sei lá pra onde eu atiro,

Seu alvo mexe toda vez que eu te miro

Se eu fosse você, bem que eu ficava comigo

Só pra provar o que me faz sentir vivo

Daqui do meu ponto de vista

Você se entrega e quase nunca se arrisca,

Daqui do meu olhar pra fora

O tempo certo sempre foi agora
(De Graça-Luiza Possi) 


Acho que talvez passou muito da hora de mudar o alvo, alguém acertou antes ou pegou carona na minha seta e conquistou meu alvo. O teu amor é mesmo uma mentira, mas que agrada não só a minha vaidade, deixa um frio na barriga, bate um vento no rosto e um arrepio que não chega nem a ser bom ou ruim. Não era amor, mas acho que podia ser ainda muito melhor.

1 sobrou pra você!:

Rolando disse...

oi. estive por aqui. muit legal. gostei. agora apareça por la. abraços.